Preparação psicológica é diferencial do atleta, diz especialista

O aspecto psicológico é essencial para a obtenção de bons resultados pelo atleta, ressalta a psicóloga Maria Aparecida da Câmara Nery, especialista em psicologia do esporte e pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP). Maria Aparecida destaca que esse preparo é tão importante quanto o físico e que, desde os anos 1990, os dois conceitos se tornaram inseparáveis para formar o atleta completo.

Agência Estado |

"A preparação psicológica é tão importante quanto os aspectos técnico e prático, porque antes de qualquer treinamento o profissional deve lidar com os relacionamentos pessoais". A preparação de equipes, liderança e motivação serão alguns dos temas abordados dia 3, no Palácio das Convenções do Anhembi, zona norte de São Paulo, como parte do Fórum Sports Business , que reúne especialistas de diversas áreas do esporte.

No Brasil, a psicologia conta que a primeira experiência popular da psicologia no esportes aconteceu na Copa do Mundo de 1958, quando João Carvalhaes usou métodos de acompanhamento psicológico na preparação da seleção que se sagraria campeã do torneio. Essa ferramenta, no entanto, já existia desde as décadas de 1950 e 1960, quando Estados Unidos e a antiga União Soviética disputavam a supremacia esportiva.

Clubes e federações esportivas começaram, a partir dos anos 1990, investir na preparação integral de seus atletas. Para Maria Aparecida, a psicologia é parte da linguagem do profissional de educação física, tornando até uma exigência na sua formação. "Treinadores bem-sucedidos, como Wanderley Luxemburgo e Luiz Felipe Scolari, dão grande importância à preparação psicológica e ao aspecto motivacional da equipe".

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG