Prêmio Shell divulga indicados do 1º semestre no Rio

SÃO PAULO ¿ A organização da 22ª edição do Prêmio Shell de Teatro divulgou hoje a lista de indicados no Rio de Janeiro, referente às peças que estrearam no primeiro semestre do ano. Avenida Q lidera as indicações, em cinco categorias: melhor Direção (Charles Möeller), Atriz (Sabrina Korgut), Ator (André Dias) e Iluminação (Paulo César Medeiros).

Agência Estado |

Claudio Botelho ainda foi indicado na Categoria Especial, pela versão brasileira da trilha sonora do espetáculo.

A "Farsa da Boa Preguiça" recebeu quatro indicações. Além de disputar com "Avenida Q" nas categorias Direção (João das Neves) e Atriz (Bianca Byington), a peça concorre pelo melhor Figurino (Rodrigo Cohen) e Música (Alexandre Elias). Marília Pêra, pela atuação em "Gloriosa", concorre na categoria Atriz. "Gloriosa" ainda teve mais uma indicação no quesito Figurino.

Para cada edição do Prêmio Shell são divulgadas duas listas de indicados. Os espetáculos selecionados nesta primeira fase estrearam no Rio entre janeiro e junho de 2009. Em janeiro serão conhecidos os indicados do segundo semestre e, no início de 2010, os vencedores do Prêmio Shell de Teatro do Rio. Os vencedores de cada categoria receberão uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni e uma premiação de R$ 8 mil.

Confira os indicados do 1° semestre no Rio:

Autor:
Lícia Manzo por "A História de Nós 2";
Rodrigo Nogueira por "Play";

Diretor:
Charles Möeller por "Avenida Q";
Enrique Diaz por "In on It";
João das Neves por "Farsa da boa preguiça";

Ator:
André Dias por "Avenida Q";
Fernando Eiras por "In on It";
Otávio Augusto por "Rock N' Roll";

Atriz:
Bianca Byington por "Farsa da boa preguiça";
Marília Pêra por "Gloriosa";
Sabrina Korgut por "Avenida Q";

Cenário:
Alberto Renault por "Dois irmãos";
Carlos Alberto Nunes por "A chegada de lampião no inferno";

Figurino:
Kalma Murtinho por "Gloriosa";
Rodrigo Cohen por "Farsa da boa preguiça";

Iluminação:
Paulo César Medeiros por "Avenida Q";
Renato Machado por "A chegada de lampião no inferno";

Música:
Alexandre Elias por "Farsa da boa preguiça";
Liliane Secco por "Esta nossa canção";

Categoria especial:
Claudio Botelho pela versão das músicas de "Avenida Q";
Galpão Aplauso pela inclusão social no teatro de forma dinâmica e produtiva, através do espetáculo "Todo mundo é mundo";
Cia. Movimento Carioca de Teatro pelo projeto de montagem de "Espia uma mulher que se mata" por sua importância para o intercâmbio cultural com o teatro latino-americano

Leia mais sobre: prêmio Shell

    Leia tudo sobre: prêmio shellteatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG