Só nas escolas públicas do Estado, o estrago provocou um prejuízo que passa de R$ 79 milhões

Os prejuízos gerais causados pelas chuvas em Alagoas, incluindo os danos materiais, econômicos, sociais e ambientais, chegam a R$ 1 bilhão, segundo o coronel Neitônio Freitas, coordenador da Defesa Civil Estadual. Só nas escolas públicas do Estado, o estrago provocou um prejuízo que passa de R$ 79 milhões.

O levantamento dos danos materiais sofridos pelas escolas públicas foi apresentado hoje pelo governo ao secretário executivo do Ministério da Educação (MEC), José Henrique Paim, durante reunião realizada em Maceió. Ele garantiu que não faltarão recursos e apoio técnico para ajudar a reconstruir as escolas.

Entre os prejuízos calculados estão os danos causados na estrutura física das escolas, as perdas com material didático, equipamentos, documentação e merenda. Ao todo, 17 escolas do Estado e 105 unidades de ensino dos municípios foram danificadas. Estudavam nessas escolas 52.574 alunos.

De acordo com o secretário estadual de Educação e Esporte, Rogério Teófilo, uma alternativa estudada pela secretaria, em parceria com as prefeituras, é providenciar transporte e levar os alunos para estudar em escolas em condições de ensino.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.