Prefeitura multa 15 empresas por foco de dengue em SP

Cento e nove empresas de São José do Rio Preto (SP) já foram autuadas pela prefeitura, em 2010, por manter criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. As autuações variam de R$ 1,6 mil a R$ 6,4 mil por empresa, sendo que 15 delas já foram multadas e terão de recolher os valores, cujo total não foi divulgado, para o município.

Agência Estado |

A sanção é uma tentativa das autoridades sanitárias em reduzir a gravidade da epidemia da doença, que atingiu, na segunda-feira, 4.049 casos positivos só em 2010. De acordo com o coordenador do Departamento de Vigilância Ambiental, Augusto Azevedo da Silva, as empresas são autuadas quando os agentes encontram larvas do mosquito Aedes em seus domínios.

O valor da multa varia conforme o tamanho da empresa, quanto maior, maior valor terá a multa, que é aplicada baseada em lei estadual. Segundo Silva, as empresas que forem multadas terão seus nomes divulgados. A mesma medida não foi adotada para as residências.

Nesta sexta-feira também, São José do Rio Preto e Araçatuba foram desobrigadas pela Secretaria de Saúde a realizar os exames sorológicos para o diagnóstico da doença. A medida é aplicada quando o município tem um surto endêmico e os casos passam a ser confirmados apenas com exames clínicos. Em Araçatuba, há 2,5 mil casos da doença.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG