Prefeitura diz que caçambas serão fiscalizadas por chips

Além de contribuir para o aumento do congestionamento, a fiscalização deficiente das caçambas de entulho faz crescer os riscos de acidentes de trânsito na capital. De um lado está a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) com 1.

Agência Estado |

700 agentes que não podem multar caçambas. Do outro, o Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb), que pode autuar, mas tem apenas oito fiscais para dar conta de 29.645 caçambas regulares, fora as clandestinas. A Prefeitura de São Paulo admite a deficiência e anunciou ontem que pretende instalar chips para fiscalizar os equipamentos.

Segundo o secretário municipal de Serviços, Dimas Ramalho, está em estudo o monitoramento em tempo real de caçambas e grandes geradores de resíduos - supermercados e shoppings, por exemplo. “No início do ano poderemos ter um planejamento de como é possível fazer isso”, disse. A fiscalização por GPS já é feita nos caminhões que coletam lixo na cidade. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG