Prefeitura de SP passa folha de pagamentos para o BB

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), anunciou hoje que o Banco do Brasil passa a centralizar as operações bancárias da Prefeitura. O BB assume a folha de pagamento dos 220 mil servidores municipais e o pagamento de fornecedores.

Agência Estado |

O contrato, no valor de R$ 726 milhões, vale por cinco anos, a partir de hoje. A previsão da Prefeitura é que a folha de pagamento de janeiro já seja efetuada pelo Banco do Brasil. O acordo foi assinado na tarde de hoje na sede do banco, na Avenida Paulista.

Desde 2005, Itaú e Bradesco, escolhidos por meio de licitação, prestavam o serviço à Prefeitura. Os contratos valeriam até setembro de 2010. Pela rescisão, a administração municipal pagará a multa de R$ 120 milhões. "A negociação foi feita com um embasamento muito sólido e trará um benefício grande para a cidade. Recursos expressivos serão transferidos para a Prefeitura", justificou o Kassab.

Descontada a multa, a negociação renderá aos cofres municipais R$ 606 milhões, que serão destinados ao Estado para financiar as obras do Metrô. "Cem por cento dos recursos serão direcionados para o Metrô", afirmou o prefeito. "Vamos investir R$ 2 bilhões ao longo das duas gestões (de Serra e Kassab na Prefeitura)." A expansão do Metrô de São Paulo é uma das principais bandeiras da gestão do agora governador José Serra, possível candidato do PSDB à Presidência nas eleições deste ano.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG