Prefeitura de SP espera 200 ônibus movidos a etanol

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse hoje, durante lançamento do primeiro ônibus movido a etanol da cidade de São Paulo, que a expectativa da administração paulista é de que 200 ônibus verdes sejam colocados nas ruas da cidade no curto prazo. O combustível que movimentará o ônibus pioneiro é formado por 95% de etanol brasileiro e 5% de um aditivo a base de diesel produzido na Suécia.

Agência Estado |

Kassab disse também que esta iniciativa poderá ser subsidiada por recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também por meio da emissão de créditos de carbono. "Estamos conversando com o presidente Lula sobre o projeto de substituir a frota de ônibus de diesel para combustíveis renováveis", disse.

O lançamento do primeiro ônibus à etanol de São Paulo, que circulará da linha Terminal Lapa - Vila Mariana, passando pela Avenida Paulista, faz parte do Projeto BEST - BioEtanol para o Transporte Sustentável, que prevê a utilização de combustíveis renováveis no transporte público. O projeto foi criado pela União Europeia e é coordenado pela prefeitura de Estocolmo. No Brasil, o projeto é coordenado pelo Centro Nacional de Referência em Biomassa (CENBIO).

Segundo Sílvia Velázquez, da CENBIO, a cidade de São Paulo possui 15 mil ônibus movidos a diesel e, se todos eles fossem substituídos por ônibus a etanol, as emissões de gases de efeito estufa seriam equivalentes a apenas 3 mil ônibus. Em Estocolmo já existe uma frota de 600 ônibus rodando com etanol brasileiro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG