Prefeitura de SP cria fundo para trânsito

A Prefeitura de São Paulo oficializou hoje a criação de um fundo para o desenvolvimento do trânsito, que receberá 100% dos recursos arrecadados com multas na capital paulista. Segundo a Secretaria da Comunicação, o dinheiro custeará, principalmente, a adoção de um sistema de identificação automática de veículos por chips para ajudar na fiscalização e no planejamento do trânsito.

Agência Estado |

A introdução do sistema de chips começa com a afixação de uma etiqueta eletrônica no pára-brisa dos veículos, feita por conta da empresa que operará o sistema. O chip comporta o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), a placa e o número do chassi do carro. Os dados são captados por antenas e lidos em centrais de processamento informatizadas, sob responsabilidade da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

O fundo proverá recursos financeiros e técnicos também para sinalização viária, engenharia de tráfego, policiamento, fiscalização e educação no trânsito. Está prevista a contratação de 48 guinchos, instalação de três pátios para receber veículos apreendidos e licitação de serviços de telefone celular, rádio e palmtops. A Prefeitura pretende trocar 1,6 mil controladores, responsáveis pela programação de 4,3 mil faróis, e recuperar 1,2 mil semáforos inteligentes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG