Prefeitura de São Paulo aprova isenções de inspeção veicular

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo começou a isentar da inspeção ambiental veículos registrados na cidade por, em tese, circularem exclusivamente fora do Município e da Região Metropolitana. A gestão Kassab (DEM) não informou, porém, como será feita a fiscalização fora dos limites da capital.

Agência Estado |

Entre os beneficiados há empresas dos ramos de transporte de valores, construção, farmacêutico e de seguros, entre outros, além de pessoas físicas. Foram concedidas autorizações - duas somente parciais - a 36 pedidos.

A Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente não informou quantos veículos foram liberados ao todo. A farmacêutica Eli Lilly diz, por exemplo, que pediu a isenção para 173 veículos que circulam fora da Grande São Paulo. A empresa, que teve a requisição aprovada parcialmente, fez a solicitação antes da publicação da portaria, em fevereiro de 2009. A inspeção é obrigatória para todos automóveis a diesel e motos fabricados em qualquer ano, além dos movidos a álcool, gasolina e gás natural fabricados a partir de 2003.

Quem não faz está sujeito a multa de R$ 550 e não conseguirá fazer o licenciamento do veículo. A possibilidade de pedir isenção foi aberta no início de abril, por meio de portaria da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. O argumento é não obrigar a inspeção para quem circula fora da Região Metropolitana, porque isso aumentaria as emissões de gases.

Pela legislação municipal, os automóveis liberados não podem sequer passar pela cidade. Para voltarem a circular em São Paulo, precisarão agendar a inspeção. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Saiba como fazer a inspeção; veja reportagem


Leia também:

Leia mais sobre inspeção veicular

    Leia tudo sobre: inspeção veicular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG