Prefeitura de São Paulo anuncia mudanças nas novas regras aos ônibus fretados

Foram anunciados na tarde desta terça-feira os detalhes da regulamentação da Zona Máxima de Restrição aos Fretados (ZMRF), que restringe a circulação desses veículos entre as 5h e as 21h e entra em vigor na próxima segunda, dia 27.

Redação |

A área de restrição sofreu algumas alterações, segundo o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o Secretário dos transportes, Alexandre de Moraes. Será permitido o tráfego, mas não a parada, dos fretados pela avenida dos Bandeirantes, onde foi criado um recuo para facilitar o acesso dos ônibus ao Aeroporto de Congonhas. Paralelo à avenida, foi criado um ponto de desembarque na rua Alvorada, para facilitar o acesso à região da rua Funchal e da Vila Olímpia.

Divulgação
Durante a reunião foram anunciadas mudanças nas regras para os fretados


As empresas que fazem viagens rotineiras, sem paradas, dentro na ZMRF, vão poder pedir, pela internet, autorização para a Secretaria dos Tranportes, para continuarem operando. Os ônibus autorizados terão que utilizar um GPS vinculado a um monitoramento da SP Trans, para serem fiscalizados. Essas viagens não poderão passar por vias de movimento intenso, como a Paulista, Berrini ou 23 de Maio.

Quanto aos pontos de embarque e desembarque, alguns deles foram alterados: foram acrescentadas a estações de metrô Vila Madalena, Parada Inglesa, Brás e a parada da rua Alvorada. Foram cancelados os pontos das estações Jabaquara e Belém do metrô e Cidade Universitária da CPTM.

Durante a apresentação das mudanças, Kassab disse que este é o "melhor projeto possível para a regulamentação do fretamento em São Paulo. Uma cidade de 11 milhões de habitantes e 6 milhões de veículos precisa ter regras claras. Essa portaria tem por objetivo não combater os fretados, mas colocar ordem na casa".

Segundo Geraldo Maia, presidente das Micro, Pequenas e Médias Empresas de Fretamento e Turismo de São Paulo (Assofresp), a prefeitura já havia feito essa concessão em relação à avenida dos Bandeirantes, então, para a categoria não "muda nada".

Ele questiona as linhas de ônibus que foram criadas para substituir os fretados, que são, em sua maioria, do mesmo tamanho dos ônibus convencionais e, assim, atrapalhariam o trânsito da mesma forma.

Divulgação

A área em que fica restrita a passagem dos fretados está marcada em azul

Os 14 pontos de embarque e desembarque são:

Metrô:

- Sumaré, Barra Funda, Imigrantes, Conceição, Parada Inglesa, Brás, Vila Madalena

CPTM:

- Morumbi, Berrini, Cidade Jardim, Hebraica/ Rebouças, Pinheiros, Cidade Universitária

Expresso Tiradentes:

- Estação Sacomã

As 11 linhas de ônibus especiais são:

Gasômetro - Paulista (via Al. Santos); Paulista - Gasômetro (via S. Carlos do Pinhal), Metrô Belém - Berrini, Imigrantes - Chác. Santo Antônio; Imigrantes - Faria Lima; Metrô Jabaquara - Estação Berrini,  Metrô Vila Madalena - Berrini, Nações Unidas - Faria Lima, Nações Unidas - Berrini; Itaim Paulista - Metrô Paraíso; Itaquera - Paulista


Leia mais sobre: trânsito

    Leia tudo sobre: fretadoskassabsão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG