Prefeitura de Embu diz que menina que morreu em creche teve mal súbito

SÃO PAULO - A Prefeitura de Embu das Artes informou através de nota, neste sábado, que a menina portadora de síndrome de down, Sofia Oliveira Lima, de 2 anos e 7 meses, teve um mal súbito quando morreu em uma creche na sexta-feira. Segundo a nota, a criança ¿foi socorrida de imediato por funcionários que executaram as principais manobras de emergência¿.

Redação |

Sofia teria sido levada para a unidade de saúde que fica ao lado da escola, às 15h48, já com uma parada cardiorrespiratória, e sido transferida para o pronto-socorro do Jardim Vazame, às 16h. No pronto-socorro, a menina não teria resistido apesar das tentativas dos médicos. O atestado de óbito da criança aponta que ocorreu uma morte por asfixia mecânica por alimento e congestão pulmonar.

A Prefeitura ressaltou que a creche em que a menina estudava possui 32 auxiliares de desenvolvimento infantil aptas para atender 179 crianças na faixa etária variando de 1 ano e 11 meses a 4 anos e 11 meses e prestou solidariedade aos familiares.

A Prefeitura da Estância Turística de Embu está dando total apoio à família da criança e fará todos os procedimentos necessários para o esclarecimento dos fatos. Aos seus familiares, amigos e às comunidades envolvidas transmitimos nossos sentimentos, desejando a todos o conforto e a paz de Deus.

Leia mais sobre: mortes

    Leia tudo sobre: morte de bebês

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG