SÃO PAULO - A Prefeitura de Araraquara passa a sortear duas TVs por semana a partir desta sexta-feira, como forma de estimular a população a combater o avanço da dengue na cidade. Uma TV será sorteada para toda a cidade e outra para área onde há grande concentração de casos de dengue - nesta semana, o bairro será no Jardim das Estações). O sorteio é uma das várias ações adotadas pelo município no combate à infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.



Nesta quarta-feira, a gerente da Vigilância Epidemológica do município, Fabiana do Carmo Araújo, confirmou que a cidade já enfrenta uma epidemia de dengue. "Já temos 300 casos para cada 100 mil habitantes, o que já se configura como epidemia", diz. Até esta terça, haviam sido registrados 589 casos na cidade.

Pela avaliação técnica, segundo Fabiana, não há culpados pela epidemia. "Ainda enfrentamos conseqüencias do surto do ano passado. Araraquara, por ser muito chuvosa e quente, tem um ambiente propício para a proliferação do vírus", diz.

Sorteios

Para conter o avanço da doença, a Prefeitura realiza uma série de ações, buscando envolver a comunidade na luta contra o Aedes aegypt, o mosquito transmissor da dengue.

Além dos procedimentos que implicam mutirão de limpeza, nebulização, bloqueio de criadouros, a Prefeitura busca medidas que incentivem a população a manter limpas suas casas e quintais. Uma delas é o sorteio semanal de televisão. O morador sorteado, assim como os três vizinhos da direita e da esquerda, terão suas casas vistoriadas. Se todas estiverem livres de criadouros, o morador sorteado ganhará um televisor.

A orientação é que sejam verificadas as caixas d´água, que devem estar bem tampadas; as calhas, que não podem estar entupidas; os vasos de plantas, que não devem reter água; além dos materiais recicláveis que devem ser guardados secos em recipiente bem fechado.

Telemarketing

Outra medida a ser implantada a partir da próxima semana, segundo a prefeitura do município, é o telemarketing contra a dengue. O serviço visa alertar a população de determinada área, quando for detectado um caso suspeito ou confirmado nela. Por meio do telefone, os vizinhos ou moradores da região, serão comunicados da situação de sua área. Dessa forma, a Vigilância Epidemiológica orientará sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar que a dengue avance nessa região.

De acordo com a secretária municipal da Saúde, Lúcia Ortiz, o serviço funcionará da seguinte forma: funcionários da Secretaria da Saúde irão selecionar os locais onde ocorrem mais casos de dengue. Feito isso identificaremos, no mapa, as ruas e avenidas e selecionaremos os números dos telefones localizados neste trecho. Em seguida ligaremos para esses números orientando quando a prevenção do mosquito e orientaremos quanto aos sinais e sintomas da dengue, afirmou a secretária.

Para Lúcia, os objetivos do serviço de telemarketing visam: alertar para a situação epidemiológica da região onde a casa do morador se localiza, orientar o morador a manter seu domicílio livre de criadouros, e fazer com que todos conheçam os sinais e sintomas da dengue e procurem uma unidade de saúde, caso suspeitem de dengue.

Números

A situação atual de Araraquara revela 589 casos de dengue, sendo 586 autóctones e 03 importados. Ainda, 49 pessoas aguardam resultado de seus exames.

O maior número de casos registrados é em mulheres: são 84, enquanto que os homens somam 58. A população mais atingida é a com idade entre 21 e 50 anos: 344 casos (152 em homens e 192 em mulheres). Já as crianças com idade entre 0 e 4 anos, somam 7 casos, sendo 5 deles em meninos.


Leia também:

Leia mais sobre: dengue

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.