Prefeitura de Araraquara expõe lixo na praça no combate ao mosquito da dengue

ARARAQUARA - A Prefeitura Municipal de Araraquara, município localizado a 270 km de São Paulo, colocou uma montanha de lixo em uma praça da cidade para alertar sobre os perigos da ploriferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Araraquara vive uma epidemia da doença com 1.043 casos de dengue, cinco deles importados.

Redação |





Divulgação
Exposição de lixo é ação de combate à dengue em Araraquara

Ação de combate à dengue em Araraquara

Na última terça-feira, a Secretaria da Saúde da cidade reuniu, na Praça Santa Cruz, materiais que podem servir como criadouros.

O objetivo da instalação de lixo é chamar a atenção dos moradores e reforçar a importância das ações preventivas contra a dengue. "O trabalho de prevenção é uma constante e no segundo semestre será colocado um novo plano de ação, que vem sendo estudado pela Secretaria Municipal da Saúde e Ministério Estadual da Saúde", afirmou a secretária Lúcia Ortiz.

Quem passa pela Praça Santa Cruz, ponto de grande fluxo da cidade, olha com estranhamento para a instalação. Depois, entende o motivo pelo qual o lixo está exposto. "Sofremos muito pelo descuido de alguns vizinhos", disse o motorista Antônio Francisco dos Santos.

Os objetos reunidos na praça representam uma pequena parte das mais de 125 toneladas de materiais recolhidos pelas equipes das Vigilâncias Epidemiológica, Sanitária e Sucen nos meses de maio e abril.

A Prefeitura de Araraquara mantém uma equipe específica para a operação de retirada de criadouros, que semanalmente descarta cerca de quatro toneladas de lixo. Outra ação promovida pelo Governo municipal é o sorteio de televisões entre moradores que conservam suas casas sem criadouros.

Leia mais sobre: dengue

    Leia tudo sobre: dengue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG