Prefeitura cancela contrato de limpeza de piscinões

A Prefeitura de São Paulo anunciou na noite desta terça-feira, o cancelamento dos contratos de empresas que prestavam serviços de limpeza e manutenção em alguns piscinões, e a notificação de outras para posterior rescisão dos contratos. As quatro empresas que tiveram seus contratos cancelados eram responsáveis pela limpeza dos reservatórios Bananal, na Freguesia do Ó, zona norte, e Cedrolândia, no Butantã, zona oeste.

Agência Estado |

A Prefeitura destaca que, como os contratos foram feitos por meio de ata, os cancelamentos podem ser feitos imediatamente - com a contratação emergencial de outras empresas em novo modelo contratual. Foi determinado ainda o aditamento do contrato com a empresa responsável pela manutenção do reservatório Pedreira, em Guaianases, zona leste, para dobrar a capacidade de bombeamento.

No caso do piscinão Jardim Maria Sampaio, no Campo Limpo, Zona Sul, o prefeito Gilberto Kassab determinou a realização de contrato emergencial de limpeza e bombeamento. Nos piscinões Jabaquara, Oratório, Caguaçu, Limoeiro e Aricanduva 5 ficou caracterizado o descumprimento de contrato. As empresas serão notificadas para apresentar defesa no prazo legal, para rescisão contratual, ficando clara a obrigatoriedade de continuidade dos serviços nesse prazo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG