Prefeitos devem manter protesto por ajuda em MG

Prefeitos da oposição e até da situação não demonstram, ao menos por enquanto, grande entusiasmo com o pacote de R$ 1 bilhão anunciado em ajuda às prefeituras, por causa da queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Até mesmo um protesto marcado para hoje nas 853 prefeituras de Minas Gerais deve ocorrer, embora sem o fechamento - previsto anteriormente - dos prédios da administração municipal.

Agência Estado |

“O pacote é o primeiro passo para resolver o problema, mas ainda é tímido. Temos outras reivindicações como a suspensão por seis meses dos pagamentos ao INSS, com a troca do fator de reajuste dos financiamentos por outro mais favorável e o pagamento da inflação dos últimos três meses do ano passado”, afirmou o prefeito de São Gonçalo do Pará (MG), Angelo Roncalli (PR).

De acordo com ele, a cidade de 11 mil habitantes perdeu R$ 400 mil em arrecadação no primeiro trimestre. Vice-presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Roncalli disse que as prefeituras paralisariam seus serviços hoje como forma de protesto. Seus colegas, no entanto, afirmam que farão uma manifestação, mas sem fechar as portas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG