Prefeitos baianos protestam contra queda no FPM

Cerca de 250 prefeitos, segundo a União dos Municípios da Bahia (UPB), participaram hoje de um protesto no Centro Administrativo da Bahia. Eles fizeram uma reunião na sede da entidade e partiram para uma caminhada, que passou pela Governadoria e seguiu para a Assembleia Legislativa.

Agência Estado |

A intenção do movimento era protestar contra a queda no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), calculada em 20% pela UPB, mas o evento ganhou proporções partidárias depois que o governador Jaques Wagner (PT) sugeriu que os prefeitos da base aliada não integrassem a mobilização.

Prefeitos filiados ao DEM e ao PMDB, entre eles o administrador de Salvador, João Henrique Carneiro (PMDB), junto com parlamentares dos partidos, foram a maioria no protesto. "Queremos chamar a atenção do governo estadual, do governo federal e da população sobre nossa situação", diz o presidente da UPB, Roberto Maia (PMDB). A pauta de reivindicações, entregue ao secretário de Relações Institucionais da Bahia, Rui Costa, incluiu uma série de pedidos ao governo, como a contratação de delegados para 145 municípios que estariam sem titulares em suas delegacias e o aumento dos repasses para o Programa Saúde da Família, de R$ 1.500 por equipe para R$ 3 mil.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG