O candidato a prefeito mais votado no município de Nossa Senhora da Glória, em Sergipe, Sérgio Oliveira da Silva, teve seu registro de candidatura anulado por decisão individual do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Joaquim Barbosa. O prefeito eleito apresentou o recurso para suspender a decisão que rejeitou sua prestação de contas, após o prazo para o registro.

A rejeição das contas em questão é relativa a problemas na execução orçamentária do município e falta de retenção do Importo de Renda sobre serviços prestados. Também foram apontadas irregularidades em relação ao transporte de estudantes, falta de comprovação de gastos em torno de R$ 61 mil com combustível e despesas pagas com recursos do Fundo Nacional de desenvolvimento da Educação (Fundef), no montante de R$ 194.446,64.

Serginho, como é conhecido na cidade, candidatou-se pelo Partido da República (PR) e obteve 10.401 votos ou 61,14% dos votos válidos contra 37,50% recebidos pelo segundo colocado, Aparecido Dias, do PSB.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.