O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe decidiu, por unanimidade, cassar o prefeito eleito de Neópolis, Carlos Roberto Guedes, por uso da máquina administrativa. Guedes foi investigado por ter usado recursos da prefeitura no abastecimento de veículos de sua campanha eleitoral.

Ele já tinha sido cassado pela juíza eleitoral Rosivan Machado da Silva e recorreu ao TRE na tentativa de reformar a decisão. Segundo o procurador regional eleitoral, “o uso da máquina administrativa ficou comprovado, pois da relação de abastecimento enviada pelo posto de combustível constavam carros de familiares do prefeito, de correligionários, de trios elétricos e carros de som”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.