Prefeito do Rio pede à população que evite sair de casa nesta terça-feira

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, recomendou à população na manhã desta terça-feira que evite sair de casa por causa das fortes chuvas que atingem a capital fluminense desde o início da noite de segunda-feira. A Defesa Civil Municipal segue em alerta máximo, monitorando as condições da cidade. Segundo o órgão, ainda não há um balanço oficial de chamados, mas existe risco de deslizamentos em todas as regiões da cidade.

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |

Por causa do temporal, pelo menos 17 pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas no Estado do Rio em função de deslizamentos de terra. A informação é do Corpo de Bombeiros. A cidade do Rio, até o momento, contabiliza sete vítimas fatais.

AE

Veículo passa por rua alagada na zona norte do Rio de Janeiro

Na madrugada, um deslizamento de terra no Morro do Borel, na Tijuca, deixou três pessoas mortas e 12 feridas. Uma vítima segue desaparecida. Os feridos, entre eles dois com fraturas, foram encaminhados para o Hospital Geral do Andaraí.

Devido ao temporal, a secretaria municipal de Educação do Rio suspendeu as aulas nesta terça-feira. A mesma medida foi tomada pela rede estadual de ensino.

Trânsito

O tráfego na Ponte Rio-Niterói ficou interditado em ambos os sentidos na manhã desta terça-feira como medida de segurança. Por volta das 9h, o trânsito foi liberado nas duas extremidades. A movimentação nos acessos à via, no entanto, ainda segue lenta por causa de alagamentos.

Na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, um grande alagamento na Avenida Ayrton Senna, próximo à Vila do Pan, causa transtornos no trânsito. Há reflexos na Linha Amarela, no sentido Barra, desde a saída do segundo túnel.

Futura Press
Chuva alaga ruas do Rio de Janeiro

Chuva alaga rua no Jardim Botânico, zona sul do Rio

Transportes

No metrô, é grande a movimentação nas estações localizadas na região da Tijuca, na zona norte da cidade. Segundo a concessionária Metrô Rio, os intervalos entre os trens estão irregulares, com o tempo médio de seis minutos.

Nos trens, a concessionária SuperVia informa que a circulação das composições está alterada por medida de segurança. O ramal Saracuruna não está operando e os trens paradores das linhas Campo Grande, Bangu e Deodoro não fazem paradas nas estações Praça da Bandeira, São Cristóvão, Maracanã e Mangueira.

Nos demais ramais (Japeri, Santa Cruz e Belford Roxo), a circulação registra atrasos médios de 10 minutos. Os passageiros estão sendo informados das alterações pelo sistema de som das estações.

Nas barcas, uma travessia entre Rio e Niterói teve que ser interrompida por causa das chuvas. Os catamarãs que transportam passageiros entre Charitas, em Niterói, e o centro do Rio, não estão operando nesta terça-feira, sem previsão de volta. A linha principal das barcas, que liga o centro de Niterói à Praça XV, no Rio, continua funcionando normalmente, com intervalos de 20 minutos.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, o mau tempo na capital fluminense deve persistir nesta terça-feira. A previsão é de céu nublado, com pancadas de chuva isoladas. A temperatura deve oscilar entre 25ºC e 22ºC.

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvasmeteorologiatemporais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG