Prefeito de Miguelópolis-SP é afastado e vice assume

O vice Márcio Valério Junqueira (PR) foi empossado hoje como prefeito de Miguelópolis, no interior de São Paulo. Isso ocorreu porque ontem o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), manteve a liminar da juíza do município, Adriana de Carvalho Pedroza, que afastou o prefeito Cristiano Barbosa Moura (PSDB), em 30 de abril.

Agência Estado |

O TJ havia suspendido a liminar em 3 de maio e reconduzido Moura ao cargo. Houve confusão, denúncias de sumiço de documentos e vários boletins de ocorrência registrados na Polícia Civil de ambas as partes.

Moura é investigado pelo Grupo de Atuação Especial Regional para Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (Gaerco), de Franca, desde 2004, acusado de comandar um esquema de fraudes em licitações, desvio de dinheiro público e outros crimes. Moura nega os crimes. "Vou cumprir a determinação judicial", disse Junqueira, que não tem mais relação política com Moura por "conflito de idéias" e evita emitir opinião sobre as investigações do Gaerco. "Sei pela imprensa e a Justiça é que deve fazer juízo de tudo", completou, descartando a hipótese de ser candidato a prefeito nas eleições de outubro. "Não quero", afirmou Junqueira. Ele foi vereador duas vezes.

Moura foi vice-prefeito na gestão anterior e assumiu o cargo após a cassação do prefeito, José Civis Barbosa Ferreira. O seu advogado, Luís Manoel Gomes Júnior, disse que pediu suspensão da liminar que afastou Moura do cargo ao presidente do TJ, Roberto Valim Bellocchi. Se o pedido for indeferido, ele irá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG