Suspeito de estupro é amarrado a trilho do trem e morto no Paraná

Nem a vítima nem possíveis envolvidos com assassinato foram identificados pela polícia de Curitiba

Luciana Cristo, iG Paraná |

Um homem de 25 anos, ainda não identificado pela polícia, foi amarrado e atropelado por um trem no bairro Umbará, na periferia de Curitiba (PR), na noite desta terça-feira (15). A suspeita é que o crime tenha sido uma retaliação, já que relatos de moradores ao redor do trilho feitos à polícia dão conta que ele poderia ser o autor de estupros que teriam acontecido nas últimas semanas na região.

"Vizinhas do local contaram que ele seria um cara que andava 'incomodando' as mulheres da região e tentado assediá-las, e que também pode ter havido estupro", afirma o superintendente da Delegacia de Homicídios, Ediu Fernandes. Como ainda não foi feita a identificação do corpo, a polícia afirma não ter como procurar o boletim de ocorrência de estupro ou assédio contra o homem assassinado.

Com 1,70 metros de altura, 75 quilos, barba cerrada e vestindo camisa azul marinho, o homem estava com as mãos amaradas e, antes de ter sido deixado no trilho do trem, ainda levou três tiros, dois no abdômen e um perto da axila. O policial avalia que o crime foi planejado cuidadosamente. "Quem fez o crime realmente pensou em executá-lo, temos a convicção disso. O corpo ficou mutilado, com cabeça e pé esquerdo separados do corpo", conta Fernandes. Até o momento, a polícia não tem suspeitos de terem cometido o crime.

    Leia tudo sobre: ParanáCuritibaassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG