Quatro são mortos a tiros em Curitiba

Dois foram mortos em frente de casa noturna em bairro nobre, enquanto outros dois foram executados após sair de casa de show

AE |

selo

A polícia paranaense continua a busca pelos suspeitos de atirar em um grupo de aproximadamente dez pessoas na madrugada deste sábado em frente da casa noturna Celebrare, no bairro Batel, área nobre de Curitiba (PR), que provocaram a morte de dois jovens e deixaram quatro feridos. A polícia pretende usar um retrato falado com base em depoimentos e também imagens de câmeras da região para chegar aos assassinos. 

Edson Luiz de Oliveira, 18 anos, morreu na hora, enquanto Guilherme Henrique dos Santos Silva, 16 anos, ainda chegou a ser socorrido, mas morreu dentro da ambulância. Com tiros nas costas, Celso Luiz Merlini Berri, 20 anos, permanecia internado até a noite deste sábado em estado grave na UTI do Hospital Cajuru. A jovem Vanessa de Paula Torrini, de 18 anos, L.A.P.B, 15 anos, e Tiago Luiz Araújo, 18 anos, foram medicados e liberados em seguida. 

Segundo a Delegacia de Homicídios, um grupo de aproximadamente dez jovens iniciou uma discussão em frente ao bar e logo em seguida aconteceram os tiros, que partiram, segundo testemunhas, de dois homens que ocupavam um Ford K prata que fugiu do local. Ninguém anotou a placa do veículo.

Um dos detalhes que chamaram a atenção da polícia, porém, foi o fato de a identidade de Eduardo Henrique Moreira, 20 anos, que não estava no bar, ter sido encontrada juntamente com os pertences de Guilherme. 

Já na área central, Alexandro de Souza, 34 anos, e Éberti da Silva Coutinho Costa, 28, foram executados por Wagner José Vital, 30 anos, e Mauricio da Silva, 19, com quem haviam discutido minutos antes dentro do Crystal Palace, uma casa de shows. Os quatro foram retirados da casa pelos seguranças e em seguida houve o crime já na área de um estacionamento próprio.

    Leia tudo sobre: curitibatiroteiocasa noturnacasa de shows

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG