Polícia prende homem de 59 anos com 64 quilos de crack

Para a polícia, traficantes estão usando mulheres, crianças e idosos para fugir do estereótipo de quem transporta drogas

Luciana Cristo, iG Paraná |

Tudo isso é para fugir do perfil que geralmente se pensa em alguém que poderia transportar drogas, que é o do homem jovem, de 15 a 30 anos, tatuado e com passagens pela polícia”

Depois de mulheres e crianças, o tráfico de drogas escolheu um novo alvo para atuar como “mulas” no transporte das mercadorias ilícitas. Na região de Foz do Iguaçu (PR), fronteira com o Paraguai e por onde entra parte da droga distribuída pelo País, idosos têm sido escolhidos para passar com a droga pela fiscalização nas rodovias.

A prisão mais recente ocorreu na manhã desta sexta-feira, quando um homem de 59 anos de idade foi encontrado com 64 quilos de crack dentro de um carro, pela rodovia BR-277, no município de Céu Azul (PR), que fica nas proximidades de Foz do Iguaçu.

Leia também: Idoso é preso pela terceira vez por transportar drogas

Escondida em vários compartimentos ocultos no painel e na tampa da porta do bagageiro do veículo, a droga apreendida poderia render 250 mil pedras de crack. O homem dirigia um Hyundai Santa Fé quando foi abordado durante uma fiscalização no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Após ser preso em flagrante, o homem disse aos policiais que levaria a droga para São Paulo. Ele foi encaminhado à Polícia Civil de Foz do Iguaçu.

Na última quarta-feira, um homem de 67 anos foi preso em flagrante por uma ocorrência semelhante, transportando 82 quilos de maconha escondida dentro do veículo, também pela BR-277.

Reprodução Google Maps
Céu Azul fica a 540 quilômetros de Curitiba
Esse método de esconder a droga em compartimentos de carros, ônibus e caminhões é um dos mais utilizados por quem transporta droga na região de fronteira para distribuir a mercadoria em outros estados. Durante a madrugada desta sexta, a PRF do Paraná apreendeu outros 33 quilos de cocaína em um fundo falso no assoalho de um carro Idea, em Santa Terezinha de Itaipu, outro município da região de Foz do Iguaçu.

O motorista, de 26 anos, foi preso em flagrante e disse que estava visitando parentes em Foz e que não sabia como a droga tinha ido parar dentro do carro. Ele também foi encaminhado à Polícia Civil de Foz do Iguaçu.

Para despistar a polícia

O uso de pessoas de idade mais avançada, assim como casal com criança de colo ou mulheres dentro de um carro, tem sido estratégia frequente dos traficantes para despistar a polícia pelas rodovias. “Tudo isso é para fugir do perfil que geralmente se pensa em alguém que poderia transportar drogas, que é o do homem jovem, de 15 a 30 anos, tatuado e com passagens pela polícia”, explica o chefe operacional da PRF em Foz do Iguaçu, inspetor Marcos Pierri Carvalho.

Seguindo a mesma estratégia para despistar a fiscalização, a droga tem sido transportada em muitos carros de luxo e caminhonetes pelas estradas do Paraná, de acordo com o policial.

    Leia tudo sobre: céu azulparanátráficodrogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG