Justiça proíbe ex-deputado Carli Filho de sair do País

Carli Filho, acusado de causar acidente em Curitiba, em que duas pessoas morreram, terá de entregar seu passaporte à Justiça

AE |

selo

Futura Press
Carli Filho em foto de agosto de 2011
O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decidiu ontem proibir o ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho, de 29 anos, de sair do País. A partir da entrega do comunicado por oficial de justiça, Carli Filho terá até 24 horas para entregar seu passaporte. A defesa vai recorrer no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Carli Filho é acusado de causar um acidente em Curitiba, em maio de 2009, que deixou mortos Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20 anos. O ex-deputado confessou que havia tomado vinho antes de dirigir. Segundo laudo do Instituto de Criminalística (IC), ele estava a uma velocidade entre 161 km/h e 173 km/h. O político também estava com a carteira suspensa, com mais de 130 pontos.

    Leia tudo sobre: carli filhoacidentepassaporte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG