Empresário é condenado por publicar fotos íntimas da ex-namorada no PR

Jornalista Rose Leonel teve fotos íntimas enviadas para amigos e familiares e distribuídas em sites de conteúdo pornográficos

AE |

selo

AE
A jornalista Rose Leonel em fotografia de 27 de julho de 2011, em Maringá
Um empresário de Maringá foi condenado a quase dois anos de prisão por ter publicado na internet fotografias de uma ex-namorada, a jornalista Rose Leonel, tiradas nos momentos de intimidade do casal.

A atitude do empresário, que pode recorrer da decisão, foi reconhecida como crime de difamação e injúria pela justiça. A pena, porém, foi substituída por prestação de serviços comunitários e pagamento de R$ 1.200,00 à vítima, mensalmente, pelo prazo correspondente à duração da pena de detenção. 

Leia também: Foto de menor nua no Orkut gera indenização em Minas Gerais

A autora da ação manteve relacionamento íntimo com o homem durante aproximadamente três anos. Após a separação, o empresário, inconformado com o término do relacionamento, passou a denegrir a imagem da ex-namorada, fazendo comentários pejorativos junto a seus amigos, familiares e colegas de trabalho.

Ele também encaminhou, por e-mail, várias fotografias íntimas dela a conhecidos e publicou as imagens em diversos sites nacionais e internacionais de conteúdo pornográfico.

    Leia tudo sobre: Rose Leonelfotografias íntimascondenação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG