Casal é preso por fazer sexo ao ar livre no Paraná

Segundo a polícia, os acusados praticavam sexo perto de uma criança de 2 anos, filho da mulher

AE |

selo

Um casal foi preso ontem de manhã em Mandirituba, na região metropolitana de Curitiba, acusado de estar praticando sexo ao ar livre e à vista de uma criança de dois anos, filho da mulher, de 18 anos. Ela e seu companheiro, de 28 anos, continuavam presos hoje, em razão de não terem pago fiança. A criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar.

De acordo com o delegado de Fazenda Rio Grande, que registrou o caso, Erik Busetti, a guarda municipal foi alertada por moradores, em razão de uma criança estar sozinha e chorando próxima a um ginásio de esportes.

Quando eles chegaram, encontraram a criança e, a cerca de 15 metros, flagraram o casal no ato sexual. Busetti enquadrou-os no artigo 218-A do Código Penal. O código pune com reclusão de dois a quatro anos "praticar, na presença de alguém menor de 14 anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem".

Segundo ele, no decorrer do inquérito, a mãe também poderá ser enquadrada no crime de abandono de incapaz.

No dia 30 de agosto, outro casal foi detido em Rolândia, no norte do Paraná, sob acusação de estarem praticando sexo oral no meio de uma rua da cidade . Quando flagrados, eles xingaram os policiais e tiveram de assinar termo circunstanciado por ato obsceno e desacato à autoridade.

    Leia tudo sobre: sexoar livrecriança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG