Categoria pede melhorias de trabalho e aumento salarial. Segundo prefeitura, 100% da frota circula na cidade

Os cobradores de ônibus de Curitiba estão em greve desde a madrugada desta quinta-feira (26). Segundo informações da prefeitura, os motoristas de ônibus não aderiram à paralisação e 100% da frota está circulando, porém com alguns atrasos.  A categoria pede melhorias nas condições de trabalho e aumento salarial.

Mais:  Justiça determina que forças policiais sejam usadas para acabar com greve no RN

Por causa da ausência dos cobradores, os passageiros não estão pagando a tarifa em alguns terminais e estações-tubo. Em audiência realizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), foram feitas algumas propostas tanto aos trabalhadores quanto as empresas e um nova audiência está marcada para sexta-feira (27).

De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), os cobradores reivindicam a instalação de banheiros químicos nas estações-tudo da cidade, além de serem contra a cobrança das empresas quando são vítimas de roubos. Outra reclamação da categoria é em relação ao calor dentro das estações-tubo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.