Homem morre após levar mais de 3 mil picadas de abelha no Paraná

Por O Dia |

compartilhe

Tamanho do texto

Vítima chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Universitário de Londrina. Ainda na ambulância, parte do exame entrou em veículo e atacou socorristas

Um homem morreu após ser atacado por abelhas em Londrina, no norte do Paraná, na quarta-feira (16). Aparecido Gouveia Terra, de 56 anos, foi levado para o Hospital Universitário (HU) da cidade, mas não resistiu e morreu à noite. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima levou mais de 3 mil picadas.

Bebedouro: Ataque de abelhas mata homem de 92 anos no interior de São Paulo

Uma pessoa que passava nas proximidades da avenida Brasília, trecho urbano da BR-369, encontrou o homem inconsciente e chamou socorro. Antes de ser encaminhado ao hospital, Aparecido sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ainda na ambulância, parte do enxame entrou no veículo e também atacou os socorristas.

A vítima precisou esperar até as 18h para conseguir uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os bombeiros picados pelas abelhas foram socorridos na Santa Casa e voltaram ao trabalho logo em seguida. O sepultamento aconteceria nesta quinta-feira, no Cemitério Municipal de Bela Vista do Paraíso (42 km de Londrina).

A assessoria de imprensa do HU informou que a morte foi causada por um choque anafilático, e que apesar de não estar na UTI, o paciente recebeu o tratamento necessário, morrendo em virtude dos ferimentos. A espécie ainda não tinha sido vista na região. Segundo os bombeiros, elas são bastante agressivas.

Leia tudo sobre: ataque de abelhasenxamelondrina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas