Dupla é presa fazendo compras em shopping após sequestro relâmpago

Dois homens foram rastreados pelo localizador do celular de uma das vítimas e foram detidos após lanchar e fazer compras em um shopping de Curitiba

iG São Paulo | - Atualizada às

Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil do Paraná prenderam, nesta sexta-feira, dois homens suspeitos de realizar um sequestro relâmpago contra três mulheres no bairro Água Verde, em Curitiba. Os dois, que foram rastreados pelo localizador do telefone de uma das vítimas, foram presos na praça de alimentação de um shopping após comprar roupas novas para sair à noite.

Leia também: 
Com a ajuda de GPS, polícia localiza e prende ladrões de prédio no RJ
Dupla é presa logo após arrastão com auxílio de GPS

Divulgação
Dupla é apresentada após serem presos na praça de alimentação de shopping center, em Curitiba

“Eles compraram a blusas e o boné para ir para balada. Antes de sair para noitada foram fazer um lanche e tomar um cerveja. Nesse momento os nossos investigadores os prenderam na praça de alimentação”, disse a delegada adjunta do Cope, Vanessa Alice.

De acordo com a polícia, Alisson Lima da Silva, 23, e José Antônio Moreira, 25, foram presos com um revólver calibre 38, R$ 600, duas blusas de moletom e um boné comprados com o dinheiro conseguido com o crime.

O sequestro relâmpago

Segundo a Polícia Civil, na tarde de sexta-feira, os dois homens abordaram o carro em que estavam as três mulheres. Com elas no automóvel Jetta branco, eles passaram em dois caixas eletrônicos nas avenidas Iguaçu e Bispo Dom José e pegaram R$ 500 da conta da dona do veículo e mais R$ 500 da conta da mãe dela. Na sequência, deixaram as vítimas irem embora com o carro.

Já na noite de sexta-feira, Silva e Moreira foram até o Shopping Estação para fazer compras e foram surpreendidos por policiais do Cope  A delegada explicou que os policiais chegaram até os bandidos por meio do rastreador de um dos celulares roubados. Ainda foram recuperados e devolvidos às vítimas, celulares, um iPad e um anel.

    Leia tudo sobre: sequestro relâmpagoCuritibacrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG