A Secretaria de Saúde do Paraná anunciou ontem que cirurgias eletivas - intervenções que não são urgentes, as quais o paciente pode aguardar sem risco à saúde - e que necessitam de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estão adiadas por 30 dias. A medida tem por objetivo disponibilizar uma reserva técnica de leitos para pacientes com doenças respiratórias agudas graves como a Influenza A (H1N1), popularmente chamada de gripe suína.

Ainda de acordo com a secretaria, uma das principais doenças respiratórias agudas graves, a pneumonia, e outras complicações causadas pela gripe sazonal mataram, no ano passado, 2.415 pessoas. Neste ano, dados preliminares apontam 1.219 mortes por pneumonia e outras complicações da gripe sazonal e da Influenza A (H1N1).

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.