PR desiste de disputa e 4ª secretaria do Senado fica com Patrícia Saboya, do PDT

BRASÍLIA - O PR abriu mão da disputa pela quarta-secretaria do Senado, deixando o cargo para o PDT, que vai indicar a senadora Patrícia Saboya (CE) para a vaga. De acordo com o líder do PR, João Ribeiro (TO), a medida visa evitar qualquer tipo de racha na base de sustentação do governo.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |



Com o acordo, o PR vai ficar com a 1ª suplência da Mesa, indicando o sendor Cesar Borges (BA). As outras três suplências devem ficar com os senadores Adelmir Santana (DEM-DF), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Gerson Camata (PMDB-ES).

Apesar do gesto do PR, nem todos os membros da bancada ficaram satisfeitos. O senador Expedito Júnior (RR) disse que foi voto vencido na decisão. Ele argumenta que, tal como o PDT, seu partido também conta com cinco senadores, uma vez que o ministro dos transportes, Alfredo Nascimento, foi eleito para esta legislatura e se licenciou para assumir posto no Executivo.

Leia mais sobre: Senado

    Leia tudo sobre: senado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG