O PPS oficializa hoje pela manhã, na Câmara Municipal de São Paulo, a candidatura da vereadora Soninha Francine à prefeitura. O tema mobilidade urbana é tido como o eixo de seu programa de governo.

Para marcar posição sobre o problema de trânsito na capital, ela irá até a convenção de bicicleta.

O encontro também vai homologar o candidato a vice-prefeito e os 83 candidatos a vereador, já que o PPS não fará coligações. Para a vice o partido deve escolher o cineasta João Batista de Andrade, que dirigiu os filmes O Homem que Virou Suco e Herzog . Há outros nomes cotados, como o ex-secretário estadual de Esporte Lars Grael e o subprefeito da Casa Verde, Marcos Duque Gadelho.

Segundo o presidente municipal do PPS, Carlos Fernandes, a candidatura de Soninha será propositiva, voltada para discutir soluções para os problemas da cidade. Pesquisa feita pelo Ibope e publicada pelo Estado no início do mês mostra a vereadora em sexto lugar, empatada com a deputada Luiza Erundina (PSB-SP), com 3%.

Eleita pelo PT - recebeu mais de 50 mil votos -, Soninha foi para o PPS em setembro, já com a perspectiva de disputar a prefeitura. O PT entrou com ação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para reaver seu mandato, acusando-a de infidelidade partidária. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.