Além do DEM, também o PSDB e o PPS decidiram obstruir as votações na Câmara em protesto contra a decisão do governo de pedir urgência para a tramitação no Congresso dos quatro projetos que definem o marco regulatório do pré-sal. Há pouco, terminou a reunião em que os líderes do PSDB, José Aníbal (SP), do PPS, Fernando Coruja (SC), e do DEM, Ronaldo Caiado (GO) discutiram a obstrução na Câmara.

O pedido de urgência para tramitação dos projetos do pré-sal é o principal ponto de resistência da oposição. Antes da reunião, Caiado tinha definido o pedido de urgência como um desrespeito ao Congresso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.