PPS diz que não cogita Itamar para vice de Serra

O presidente do PPS, ex-deputado Roberto Freire (PE), disse que não quer discutir uma eventual candidatura do ex-presidente da República Itamar Franco (PPS) a vice na chapa do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), na sucessão presidencial. Freire, em entrevista à Agência Estado , disse hoje que quer evitar dispersões e insistiu na composição de uma chapa puro-sangue, formada por Serra e pelo governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), para enfrentar a possível candidatura governista da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, nas eleições deste ano.

Agência Estado |

"Acredito que esse (Itamar na vice) seja um plano B. Não quero discutir essa possibilidade. Eu não gosto de trabalhar com o plano B, porque ele pode acabar se consolidando. Há uma grande possibilidade de Aécio ser candidato a vice", afirmou Freire, ao comentar especulações sobre a possibilidade de Itamar compor a chapa com Serra.

A Executiva do PPS se reunirá em Belo Horizonte no dia 25 de janeiro, ocasião em que Freire tentará marcar a posição do partido de apoio a uma chapa Serra-Aécio. Freire afirmou que a decisão seria um indicativo aos outros partidos aliados - PSDB e DEM. O presidente do PPS ressaltou que Itamar Franco tem capacidade e competência para ser candidato à presidência da República e a vice, mas que, agora, a ideia do ex-presidente é a de disputar uma vaga no Senado.

Serra mantém a posição de deixar para o final de março a decisão sobre sua candidatura à presidência da República, e Aécio anunciou que disputará uma vaga no Senado, afastando, em princípio, a possibilidade de ser candidato a vice de Serra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG