Povo vai decidir entre Serra e Aécio, diz FHC

BRASÍLIA - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta terça-feira que é muito cedo para seu partido tratar das eleições de 2010. De acordo com ele, os governadores José Serra e Aécio Neves (SP e MG, respectivamente) devem trabalhar em seus mandatos e deixar que o povo escolha quem quer como candidato para o pleito de 2010.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

"Coitado do Serra! Está trabalhando sem parar, o Aécio também. Eles estão cumprindo o dever deles e não são inexperientes, eles sabem que se começar a abrir o jogo agora é ruim, que vai levar pedrada todo tempo, faltam muitos meses ainda", disse.

Dessa forma, ponderou FHC, ambos podem buscar o "apoio do povo", pois é a população que vai definir entre Serra e Aécio. "As bancadas vão sentir, os dirigentes vão sentir quem tem mais chance e vão trabalhar ao redor de quem tem mais chance", disse.

Apesar de taxar como precoce o lançamento de candidaturas para 2010, FHC não descartou a possibilidade de um entendimento com o PMDB para as próximas eleições presidenciais.

"Olha, tenho muitos amigos no PMDB, fui líder do PMDB nesta Casa, eu acho que é sempre possível o diálogo, não tenho a menor dúvida quanto a isso".

Em visita ao Congresso, onde vai proferir palestra no Interlegis (sistema que integra os legislativos do País), FHC também descartou a possibilidade de vir a se candidatar à presidência para acabar com o racha partidário provocado pelas pré-candidaturas de Serra e Aécio.

"O PSDB não está dividido, não precisa que eu me candidate. Eu posso ajudar o PSDB a se unificar", disse. "Acho que o momento que vivi já está vivido, agora a oportunidade é para outros", completou.

Leia mais sobre: Eleições

    Leia tudo sobre: eleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG