Pouso forçado de helicóptero deixa dois feridos em São Paulo

Causas do acidente ainda são desconhecidas

AE |

selo

Um helicóptero da empresa de taxi aéreo Go Air fez um pouso forçado no 2º Batalhão do Exército, no bairro de Quitaúna, em Osasco, na Grande São Paulo, por volta das 10h30. A empresa atua como escola de aviação civil. 

Segundo a assessoria de imprensa do Comando Militar do Sudeste, duas pessoas estavam dentro do helicóptero no momento do acidente: um instrutor de voo, de 39 anos, e um aluno, de 36. As vítimas foram encaminhadas para exames preventivos em um hospital da região e passam bem.

De acordo com a assessoria da Go Air, o instrutor de voo era certificado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) desde 2008 para exercer a função. As causas do acidente ainda são desconhecidas. As investigações correrão sob a responsabilidade do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, o Seripa IV, e devem levar no mínimo 90 dias.

    Leia tudo sobre: pouso forçadohelicópteroosasco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG