Tamanho do texto

A juíza da 18ª Vara Federal, Regina Coeli Medeiros de Carvalho, decidiu hoje aplicar multa de R$ 10.000, a incidir diretamente no contracheque do secretário Municipal de Saúde, Jacob Kliegerman, pelo não cumprimento da determinação judicial da semana passada de abrir todos os postos de saúde do Rio 24 horas por dia para ajudar no atendimento e no tratamento dos pacientes com dengue.

A ação foi impetrada pela Defensoria Pública da União. A Prefeitura não se pronunciou sobre a decisão.

Mais de 1.600 casos de dengue foram notificados entre quarta-feira e hoje no município do Rio e outras duas mortes foram confirmadas. Desde o início do ano a Secretaria Municipal de Saúde já registrou 55.453 casos e 54 óbitos. No Estado, 89 pessoas já morreram em decorrência da doença.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que vai mudar de lugar uma das tendas de hidratação abertas para acelerar o tratamento da dengue. A partir de amanhã, a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, receberá o Centro de Hidratação que estava no Retiro dos Artistas, na zona oeste, e que será desativado amanhã à noite. Desde que começou a funcionar, no dia 24 de março, a tenda do Retiro atende, em média, a 124 pacientes com dengue por dia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.