Porto de Itajaí só deve voltar a operar em duas semanas

Itajaí (SC) - O Porto de Itajaí, maior terminal de carga de congelados do país e o segundo em movimentação de containeres, está com suas atividades paralisadas devido às enchentes provocadas pelas chuvas que causaram o transbordamento do Rio Itajaí Açú, provocando danos nos cais de atracação.

Agência Brasil |

O superintendente do porto Arnaldo Schmitt Junior, informou à Empresa Brasil de Comunicação (EBC) que parte do terminal poderá entrar em operação em duas semanas. Acredito que nas duas próximas semanas já voltamos a operar, disse.

De acordo com o superintendente a velocidade das águas foi muito grande, arrancando parte da área de atracação e levando todo concreto para o canal de navegação das embarcações.

As águas movimentaram o leito do rio de tal maneira, que o canal por onde passa os navios ficou disforme, não sabemos a profundidade que tem agora esse canal. Uma batimetria [medição do canal de navegação] deve ficar pronta hoje(29), disse.

Schmitt disse que os custos diário com a paralisação do porto são enormes, pois o terminal movimenta cerca de U$ 1 bilhão por mês, o que dá uma média de prejuízo/dia de U$ 35 milhões.

O superintendente do Porto de Itajaí explicou que a rapidez na liberação dos recursos está sendo fundamental para a recuperação do porto.

Por questão de justiça tenho que ressaltar a Medida Provisória 448 que prevê um montante de R$ 350 milhões para as obras de emergência no Porto de Itajaí, disse.

Para o porto voltar a operar, segundo o superintendente, o cais tem que estar em condições de receber os navios.

Vamos tentar nos próximos dias colocar em operação dois berços [cais], os que foram menos avariados. Um deles, o berço zero, nunca foi usado, estava em construção. Entretanto mesmo com essas obras, para o porto funcionar o rio terá que ser dragado. O porto não volta de imediato com 100% de sua capacidade, mas vamos tentar pelo menos 80%, estimou.

O superintendente do Porto de Itajaí, Arnaldo Schmitt Júnior, descartou qualquer possibilidade de transferir a movimentação de navios para o porto vizinho de Navegantes, pois para entrar nos dois terminais o mesmo canal tem que ser usado e ele está obstruído, tem que ser dragado, explicou.

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas em Santa Catarina 

    Leia tudo sobre: santa catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG