Porta-voz de Michael Jackson desmente transplante

Um porta-voz de Michael Jackson divulgou um comunicado negando uma reportagem segundo a qual o artista precisaria passar por um transplante de pulmão devido a uma rara doença respiratória. É uma “fabricação total”, disse a nota.

Agência Estado |

A reportagem afirmou anteontem: “Jackson necessita de um transplante de pulmão”, embora “talvez esteja frágil demais para se submeter à operação.”

O comunicado, atribuído ao “único e oficial porta-voz de Michael Jackson, sr. Tohme Tohme”, cita uma entrevista com o escritor Ian Halperin, publicada nos jornais britânicos The Sun e Sunday Express. Nela, Halperin disse que Jackson sofria da deficiência de Alfa-1-antitripsina. Halperin, que escreve uma biografia não-autorizada do cantor, também disse que o artista mal pode falar, tem enfisema e hemorragias internas, além de ter perdido 95% da visão no olho esquerdo.

“A respeito das alegações do autor, esperamos que, no futuro, a mídia legítima não continue a explorar uma tentativa tão óbvia de promover essa ‘biografia não-autorizada’”, disse o comunicado atribuído a Tohme. Apesar de Jackson, de 50 anos, negar os rumores, o irmão do astro pop Jermaine confirmou anteontem que ele não passa por um bom momento. “Ele não está muito bem agora. Essa não é uma boa hora”. Além da afirmação de Jermaine, Jackson já foi fotografado sendo empurrado em uma cadeira de rodas em julho deste ano. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG