Ponto facultativo esvazia maioria dos ministérios

A maior parte dos órgãos públicos, em Brasília, ou não está funcionando ou está com atividade reduzida, por ter sido antecipado para hoje o do Dia do Servidor, que oficialmente será amanhã. O Palácio do Planalto está de portas fechadas.

Agência Estado |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa o dia em São Paulo, no gabinete da Presidência da República, onde recebe o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles. O BC está funcionando normalmente, mas com número menor de funcionários.

No Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsável pela realização e apuração das eleições, o expediente hoje é normal, embora o trabalho já tenha sido concluído. E o tribunal faz às 19 horas uma sessão plenária extraordinária para julgamento de recursos envolvendo ações relacionadas às eleições deste ano. Por causa do ponto facultativo de hoje, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) adiou para amanhã a divulgação dos números da balança comercial relativos à quarta semana deste mês.

No Ministério da Fazenda, trabalham os assessores de imprensa, pois o ministro Mantega volta ainda hoje a Brasília e participa, a partir das 14 horas, da VII Reunião Extraordinária do Conselho do Mercado Comum (CMC), no Palácio do Itamaraty, à qual comparece também Meirelles. Em outros setores do Ministério da Fazenda, parte dos servidores está trabalhando hoje.

No Ministério da Previdência, não há expediente, mas o ministro José Pimentel participa, em um hotel de Brasília, de reunião com autoridades previdenciárias alemãs e embarca no início da tarde para Belo Horizonte, onde tem novo compromisso oficial. No Ministério do Trabalho, a informação é de que o ministro Carlos Lupi não tem agenda hoje.

No Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, poucos funcionários estão dando expediente, e só foi divulgada a agenda do ministro Paulo Bernardo para amanhã, quando ele abre, em Brasília, às 17 horas, o 1º Encontro Nacional de Atenção à Saúde do Servidor.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, participa em Montreal, no Canadá, de reunião da Organização de Aviação Civil Internacional. No Ministério da Justiça, o expediente se dá em regime de plantão. No Ministério das Comunicações, não há expediente hoje. Está esvaziado o serviço também no Ministério de Minas e Energia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG