Políticos e famosos comentam morte de Clodovil

Políticos e famosos comentaram na tarde desta terça a morte de Clodovil Hernandes. Eles lembraram sua personalidade polêmica e sua trajetória profissional. Leia abaixo alguns depoimentos.

Redação |

Políticos:

"Clodovil Hernandes ficou conhecido pela maneira direta de se expressar e pelas ideias polêmicas que defendeu, especialmente em seus programas de televisão. Entrou tardiamente na vida política e provou que tinha muitos adeptos, uma vez que foi o terceiro deputado federal mais votado no Estado de São Paulo. Neste momento de dor, expresso minha solidariedade a seus parentes, amigos e correligionários", Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República.

Personagem de muita presença. Uma figura de muita personalidade, às vezes de grandes confrontações. Tinha uma personalidade forte e atuação suave nas amizades e com os deputados, inclusive comigo, Michel Temer (PMDB-SP), presidente da Câmara dos Deputados.

"Clodovil foi um político, um comunicador, um homem polêmico". "Eu tinha uma boa relação com Clodovil. Foi realmente uma pena", José Serra (PSDB), governador de São Paulo.

"O Brasil perde um cidadão que marcou história. Nós lamentamos a perda de um cidadão exemplar", Henrique Fontana (PT-RS), líder do governo na Câmara.

 "Clodovil foi um homem muito inteligente, muito polêmico, pois não tinha medo de expor suas opiniões. Ele marcou a televisão e por não ter vindo da política enriquecia o parlamento. Eu tinha uma relação muito boa com ele e acho que sofremos uma grande perda", Rodrigo Maia, presidente do DEM.

 Teve uma passagem breve pela política. Foi um deputado de grande votação, que teve atuação discreta. Foi o que eu acompanhei [do Clodovil], Ricardo Berzoini, presidente do PT.

Uma perda preocupante, pois perdemos muitos parlamentares. Quero exaltar a conduta do Clodovil que colocou seus órgãos para doação e espero que outros brasileiros sigam seu exemplo. Ele foi eleito por ser uma celebridade, veio no bojo desse fenômeno. Representou sua corrente de opinião, embora eu seja contra eleição de celebridades que não tenham militância política junto à população, Maurício Rands, vice-líder do PT na Câmara.

"Clodovil Hernandes era um homem de coração grande". "Todas as emendas dele sempre foram para instituições de caridade e agora, ao doar seus órgãos, ele mostra isso [caridade] mais uma vez", Sandro Mabel (GO), líder do PR - partido ao qual Clodovil era filiado.

A assessoria da deputada Cida Diogo (PT-RJ) afirma que a parlamentar não irá se manifestar sobre a morte do deputado Clodovil, pois "não via situações que justificassem algum tipo de pronunciamento" sobre o assunto. "Mas ela sente a morte do deputado Clodovil como sente a morte de todo ser humano", disse o assessor da deputada.

Em 2007, os dois parlamentares brigaram durante uma sessão plenária, quando Clodovil teria dito que Cida Diogo "era tão feia que não poderia ser nem p...".

Famosos

" Ele não fazia questão de agradar ninguém, ou você amava ou odiava ", diz Vida Vlatt, a Ofrásia, sobre Clodovil

"Eu o imitava porque ele merecia ser reverenciado" , diz o humorista Wellington Muniz, famoso por suas imitações dos apresentadores Silvio Santos e Clodovil. Por meio de sua assessoria, ele disse que está muito chateado.

Ele teve uma oportunidade muito grande na época em que trabalhou junto ao [estilista] Denner, na década de 1970. Ele desenvolveu bem o seu papel na alta-costura , enfatizou Reinaldo Lourenço, um dos maiores estilistas da cena brasileira.

Ele foi um homem brilhante, inteligente e sensível. Recebeu de Deus dois dons: o de desenhar e o da palavra" , disse a apresentadora Sônia Abrão por meio de sua assessoria de imprensa.

Leia também:

    Leia tudo sobre: clodovil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG