Política de combate à fome de BH é premiada na Alemanha

Berlim, 1 out (EFE).- A política de combate à fome promovida em Belo Horizonte recebeu hoje em Hamburgo o Prêmio de Política de Futuro 2009, do conselho ético World Future Council (WFC), formado por 50 especialistas do mundo inteiro.

EFE |

Durante a cerimônia de entrega, o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, reafirmou o objetivo do Governo federal de erradicar a fome até 2015.

"É evidente que a erradicação da fome não fracassa por falta de meios, mas por falta de vontade política", disse o ministro.

Ananias foi o responsável por lançar políticas de segurança alimentar e nutricional implantadas em 1993, em Belo Horizonte, quando era prefeito da cidade.

Através de uma lei, foi posta em prática em Belo Horizonte a repartição gratuita de comida em escolas e restaurantes populares e o controle de preços sobre os alimentos de primeira necessidade, assim como o fomento a produtos da terra.

Trata-se da primeira vez que o WFC concede o prêmio a uma lei.

Segundo destacou o fundador da instituição, Jakob von Uexhull, na entrega do prêmio em Hamburgo, graças a essa lei se levou à prática um direito fundamental, o de comer.

Segundo ele, a política fez com que a mortalidade infantil em Belo Horizonte diminuísse 60% em dez anos. "O programa custa menos de US$ 10 milhões ao ano, o que constitui 2% do orçamento da cidade", disse Uexhull. EFE ih/rr

    Leia tudo sobre: minas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG