Polícias civil e federal voltam ao trabalho após paralisação

BRASÍLIA - Após uma paralisação de 24 horas, os quase 300 mil policiais civis e federais que fizeram paralisação de 24 horas nesta quarta-feira voltaram ao trabalho às 8h desta quinta-feira. Na quarta-feira, eles protestaram contra contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que prevê a criação de uma carreira jurídica para delegados.

Redação |

Acordo Ortográfico

Os serviços, como a emissão de passaportes, que estavam sendo feitos somente em casos de emergência, já voltaram ao normal, segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). Na próxima semana, uma reunião deve ser feita para a discussão dos rumos dos protestos.

A paralisação de 24 horas aconteceu nos Estados da Bahia, Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. "Queremos um novo modelo de polícia e de investigação". diz o presidente da Fenapef, Marcos Vinicius Wink. Segundo ele, a aprovação da PEC ampliaria a diferença salarial entre os delegados e os demais servidores da polícia.

Os protestos trouxeram outras reivindicações das polícias. Wink destaca que devem ser buscadas mudanças radicais no sistemas de segurança brasileiro - como novos métodos de investigação, carreira estruturada e desburocratização de alguns processos.

Leia mais sobre: polícias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG