Policial que matou ex-amante é condenada no Rio

A Justiça do Rio de Janeiro condenou a oficial de cartório da Polícia Civil Carla Bigal a dez anos de prisão pela morte do ex-amante, o inspetor de polícia Gustavo Costa Gripa, em julho de 2006. O crime aconteceu após uma discussão numa sorveteria em frente à 34ª Delegacia de Polícia, em Bangu, na zona oeste da cidade, onde a vítima trabalhava.

Agência Estado |

O inspetor era casado e tinha uma filha de quatro meses. Ele foi atingido com um tiro no peito. Carla foi presa em flagrante pelos próprios colegas de Gustavo que estavam de plantão na delegacia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG