Um policial civil, de prenome Robson, manteve mulher e filho reféns durante quase 5 horas entre a noite de sábado e a madrugada de domingo, após uma discussão em família, em São Lourenço da Serra, região sudoeste da Grande São Paulo. Depois de negociar com a Polícia Militar (PM), Robson liberou os reféns e se entregou pouco antes das 3 horas desta madrugada.

Ninguém ficou ferido.

Eram 22 horas, quando, armado, o policial, que trabalha como carcereiro, discutiu com a mulher, saiu do imóvel e atirou contra o carro dela. Ao retornar para o interior da residência, ele resolveu se trancar com a mulher e o filho. Policiais militares do 25º Batalhão foram acionados por testemunhas e foram até o local, mas tiveram de esperar pela chegada do delegado de Itapecerica da Serra, condição imposta pelo carcereiro para se entregar.

Leia mais sobre sequestro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.