Policiais voltam ao trabalho no litoral de SP após greve

As delegacias na Baixada Santista voltaram a funcionar normalmente hoje e estão registrando Boletins de Ocorrência até dos casos mais simples, como perda de documentos, afirmaram fontes de Guarujá e Peruíbe, no litoral paulista. Em Santos, o presidente do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado de São Paulo na Região (SINPOLSAN), Décio Couto Clemente, afirmou que não houve registros de confusões ou lotação das delegacias da Baixada durante todo o dia e que uma assembléia marcada para a noite de hoje explicaria aos policiais a decisão tomada pelo comando da greve.

Agência Estado |

No entanto, Clemente criticou o fim da paralisação e afirmou que as lideranças nomeadas para negociar foram inábeis. "Na mesma hora que fizeram a proposta já aceitaram. Eles não ouviram as bases. Faltou habilidade", disse, acrescentando que agora a categoria vai brigar por aumentos apenas na data base de 1º. de março de 2010.

"Não vai ter nem como a gente reclamar antes. Queríamos 15% e terminamos com 6,5%. Nós os autorizamos a negociar e não a decidir na hora", afirmou, referindo-se à comissão negociadora formada por João Batista Rebouças, do Sindicato dos Investigadores de Polícia de São Paulo (Sipesp), José Leal, do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp), e André Dahmer, da Associação dos Delegados do Estado de São Paulo (Adpesp).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG