Policiais do Bope que faziam segurança de chefe do jogo do bicho são afastados

RIO DE JANEIRO ¿ Os quatro agentes (dois cabos e dois soldados) do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar suspeitos de prestar segurança ao jogo do bicho foram afastados neste domingo de suas funções de rua. Os policiais ficarão exercendo suas atividades administrativas no batalhão. As informações são da Secretaria de Estado de Segurança.

Redação |

O órgão recebeu uma denúncia da Polícia Federal há cerca de 45 dias, informando que os policiais da unidade de elite da PM estariam trabalhando como seguranças de Alcebíades Paes Garcia, o Bide, irmão e herdeiro do falecido Waldemir Paes Garcia, o Maninho, nos pontos de bicho da zona Sul do Rio e da Tijuca, zona Norte.

Apreensão

Policiais do 35º BPM (Itaboraí) apreenderam nesta segunda-feira um fuzil AK 47, uma escopeta e uma espingarda no haras da família dos bicheiros Maninho e Waldomiro Paes Garcia, o Miro, no distrito de Papucaia. A PM foi cumprir um mandado de busca e apreensão expedido pela comarca de Cachoeiras de Macacu. Três pessoas foram presas e foram levadas junto com o material apreendido para a 159ª DP (Cachoeiras de Macacu).

Leia mais sobre: jogo do bicho

    Leia tudo sobre: bopejogo do bichorio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG