Policiais civis e agentes penitenciários negociam retorno dos serviços

SALVADOR - Uma assembléia deliberativa dos policiais civis, nesta sexta-feira, e uma reunião dos agentes penitenciários com o procurador-geral do Estado e os secretários da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Administração (Saeb) e Relações Institucionais (Serin), marcada para a próxima segunda-feira, deverão marcar oficialmente o retorno à normalidade nos serviços para as duas categorias, cujas greves provocaram transtornos diversos à sociedade por quase duas semanas.

Agência Nordeste |

Para os policiais civis, o embate com o Governo do Estado ainda não teve fim e prosseguirá até que o projeto da lei orgânica que beneficia a categoria seja aprovado pela Assembléia Legislativa e sancionado pelo governador Jaques Wagner (PT), o que ainda é dúvida para este ano.

Já para os agentes penitenciários ¿ que obtiveram garantias do Governo para grande parte de suas reivindicações ¿ a assinatura de documentos com alguns dos acordos que puseram fim à paralisação geral, nesta sexta, além do encontro com Manoel Vitório (Saeb), Marília Muricy (SJCDH) e Rui Costa (Serin) e com o procurador-geral, Rui Moraes, na segunda-feira, será fundamental.

Leia mais sobre: greve da polícia civil

    Leia tudo sobre: greve da polícia civil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG