Policiais acusados de extorsão são denunciados à Justiça

O delegado Marcelo Teixeira Lima, chefe da equipe que recuperou as telas furtadas do Museu de Arte de São Paulo (Masp) em 2007, e outros cinco policiais do Departamento de Investigações Sobre Crime Organizado (Deic) - Sérgio José da Silva, Silvio Alexander de Barros, José Antonio Leite Lopes, Christian Tadeu Vicchietti e André Luiz Gomes de Souza - foram denunciados ontem à Justiça por sequestro, extorsão e furto a um traficante de drogas ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC). Em setembro de 2008, os seis policiais do Deic foram até Peruíbe e abordaram o traficante Paulo César Ferreira Souza, o Pulina.

Agência Estado |

Em vez de prender o criminoso procurado da Justiça, os investigadores o teriam sequestrado e passado a exigir R$ 200 mil para libertá-lo. Souza estava sendo monitorado pelo Departamento de Investigações Sobre Narcóticos, que flagrou a negociação entre os investigadores e o traficante. Além do achaque, os policiais teriam furtado parte dos 400 quilos de drogas do traficante.

A reportagem procurou os policiais denunciados, mas eles não foram localizados ou não retornaram as ligações. A Secretaria da Segurança Pública informou que a Corregedoria “instaurou apuração preliminar para apurar a conduta dos policiais e, após a notificação da denúncia, o que ainda não ocorreu, irá instaurar processo administrativo”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG