Polícia Rodoviária Federal fiscaliza 61 mil quilômetros na Operação Corpus Christi

SÃO PAULO - A Polícia Rodoviária Federal realiza em todo território nacional a Operação Corpus Christi e fiscaliza 61 mil quilômetros de rodovias. No Estado de São Paulo são 1.115 quilômetros de rodovias federais. A operação teve início a 0h de quinta-feira e termina às 24h deste domingo.

Redação |

O esquema de policiamento conta com 9.700 policiais em escala, 2 mil viaturas, 10 helicópteros, 500 radares e 500 etilômetros.

Segundo a Polícia Rodoviária, a preocupação neste ano é maior já que este é o último feriado prolongado antes das festas de fim de ano, além de se tratar de um feriado religioso.

Outras operações

De acordo com a PRF, nas operações de 2008, foi implantado um modelo de fiscalização que está levando o efetivo da polícia ao limite. Férias e licenças foram canceladas e escalas extras, montadas.

No entanto, a violência nas estradas não mostra sinais de redução. "A indústria automobilística continua aquecida, cada vez mais pessoas compram carros e a economia brasileira vive um de seus melhores momentos. Esse cenário deve permanecer por muito tempo e é bom para o Brasil, mas provoca reflexos diretos na infra-estrutura viária. Nosso efetivo reduzido enfrenta uma guerra diária contra uma legião de motoristas imprudentes e uma frota que não pára de crescer", avalia o Inspetor Hélio Cardoso Derenne, diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal.

Para a direção da PRF, investimentos em tecnologia e, principalmente, a contratação de mais policiais são as soluções mais próximas.

Na Operação Dia do Trabalho, última realizada pela PRF entre os dias 1º e 4 de maio, foram registrados 121 acidentes, com 59 feridos e 4 mortes, nas rodovias paulistas.

Já na operação de Corpus Cristhi do ano passado foram registrados 1.398 acidentes, 92 mortes e 858 feridos.

Leia mais sobre: trânsito

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG